Procurar:

domingo, 29 de novembro de 2009

RELEMBRANDO OS AMIGOS - CT1QA

CT1QA
Capitão Jaime Varela Santos

Hoje vou falar-vos de um Colega (infelizmente já falecido) com quem privei durante muito tempo e que me deixou imensas saudades. Era ele o meu Amigo CT1QA-Capitão Jaime Varela Santos, da cidade de Santarém.
A História da minha amizade pelo Capitão Jaime Varela Santos, começou era eu ainda um aprendiz de Radioamador, um miúdo de 18 anos, que estava a dar os primeiros passos no Radioamadorismo, primeiro como Rádio Escuta (SWL CT0334-1969/1970) e só então como Radioamador (CT1DL-1970).
A minha estação era muito modesta, composta por um receptor musiqueiro superheterodino da marca Hornyphon, um emissor de AM com 60 watts, de construção caseira ( 1 válvula 817 no andar final, 1 817 no modulador), um emissor de VHF de construção caseira com 20 watts de saída (usava uma QQE03/20), um conversor de VHF construção de CT1KQ, uma antena W3DZZ para HF e uma antena de 5 elementos (construção de CT1DL)tipo Yagi para os 144 MHz, como se dizia naquele tempo, uma estação que era uma autêntica “xafarica”.
As condições eram bastante limitadas, especialmente em recepção, visto possuir apenas um superheterodino a válvulas que havia lá por casa e que tinha servido para ouvir musica, os Parodiantes de Lisboa e os romances do TIDE.
Daí que um dia em QSO nos 40 metros com CT1QA, o meu Amigo Capitão Jaime Varela Santos me perguntou que tipo de receptor eu dispunha para onda curta, uma vez que trabalhava com emissor e receptor separados.
Disse-lhe então, que apenas possuía um receptor superheterodino, coisa que levou o CT1QA a ficar admirado devido ao facto de eu conseguir fazer tantos QSO’s especialmente em 40 e 80 metros.
No seguimento do QSO, o Capitão Varela Santos CT1QA, deu-me conhecimento que havia no mercado uns
Conversores da Geloso modelo G/…….que eram bastante fáceis de montar, uma vez que apenas necessitavam de alimentação de filamentos 6,3 VAC e + 250 VDC para alimentação das válvulas desse modulo.
O conversor tinha uma FI (Frequência Intermédia) de 1,5 MHz a 1,6 MHz logo portanto, servia perfeitamente para receber no meu velho receptor a válvulas, tornando assim o sistema de recepção numa clássica 3ª. Conversão, o que tornava a escuta mais selectiva e logicamente mais sensível.
Gostei da ideia….e passados dias fui até ao representante dessa marca (Geloso) ali para os lados da Avenida Almirante Reis em Lisboa, para saber o preço desse conversor.
-“ entrei….cheio de entusiasmo, sai…cheio de vontade de chorar…”.
Quando perguntei o preço do conversor, disseram-me que tinham, de o importar de Itália e que demorava cerca de 2 meses a chegar, o preço….uma pequena fortuna ( 7.000$00 ) para quem tinha um ordenado de 2.000$00 por mês (…lembro-vos que estávamos nos anos 70’s e a vida era outra…).
Passados uns dias, voltei a contactar o CT1QA nos 40 metros e quis dar-lhe noticias dos últimos acontecimentos.
O CT1QA-Capitão Varela Santos, depois de eu lhe ter explicado a minha angustia relativamente ao preço do conversor, rematou assim: “….olhe meu Caro Gonçalves, não se apoquente com isso….talvez se consiga por aqui remediar a situação….deixe lá ver…”.
Fiquei um pouco confuso, mas….não quis aborrecer mais o CT1QA com aquela história do conversor de HF e de não ter disponibilidade financeira para o adquirir.
Continuámos a falar frequentemente nos 40 metros, sem nunca mais falarmos da “porcaria.???” do conversor da Geloso que eu já tinha retirado da minha ideia.
Até que um dia….surgiu o que me levou a escrever esta história:
Era sábado de manhã, fiz a minha habitual pré-escuta ( como era norma daqueles tempos…) aos 40 metros e lá estava o CT1QA em QSO com outro colega, creio que o CT1PK … Dr. Fragoso de Almeida da Cidade do Cartaxo.
Fiz-me presente, tendo sido logo atendido de imediato com a gentileza e a educação que caracterizavam o CT1QA (…sem desprimor para outros Colegas…).
Ali ficámos durante algum tempo em amena cavaqueira, até que chegava a hora de nos despedir-mos, visto serem quase horas de almoço.
Foi então que o CT1QA me perguntou: - “Meu Caro Gonçalves, diga-me por favor se na próxima 2ª. Feira está aí pelo QTH de seus Pais, durante a parte da manhã.???...).
Respondi afirmativamente, tendo sido combinado então que o CT1QA, uma vez que tinha de viajar até Lisboa no Domingo a seguir, permanecendo na Capital até á próxima 4ª. Feira.
O Capitão tinha na altura um apartamento em Lisboa, na zona do Pote de Água, onde operava a sua estação de Amador com o indicativo de CT1CR.
Aproveitou a sua deslocação para me fazer uma visita o que achei uma óptimo a ideia, uma vez que não nos conhecíamos pessoalmente embora já nos conhecêssemos da Rádio fazia algum tempo.
Na 2ª. Feira seguinte, por volta das 11 horas da manhã bateram á porta de minha casa, e a minha Mãe veio chamar-me ao meu shack, onde estava na altura em QSO nos 144 MHz com o Colega Antunes CT1CO, que ensaiava um pré-amplificador de RX para os 144 MHz a Mosfet´s, coisa rara naquela época.
Dirigi-me á porta…e deparei-me com um Senhor alto, de cabelo branco, corpo atlético e que me pareceu rondar a casa dos 60’s e alguns anos de idade.
Como é normal, seguiram-se as apresentações formais, tendo desde logo verificado que aquele Colega tinha algo de diferente dos Colegas que tinha conhecido até então (…não me levem a mal ….por favor, mas são coisas de putos daquela altura…hi…hi…hi….).
A maneira de falar era doce, melodiosa, calma, cordial, afável, simpática e duma educação extrema.
Parecia-me até que media as palavras antecipadamente antes de as proferir.
O Capitão trazia na mão um pequeno pacote, que fez questão de me entregar dizendo:
- “…meu Caro Gonçalves, tem aqui uma coisa que lhe quero oferecer, uma vez que a si lhe vai dar muito jeito e a mim não me faz falta alguma…”.
Fiquei admirado com a oferta, tendo o Capitão Varela Santos feito questão em que eu desembrulhasse o pacote e visse o que ele continha.
Abri-o…com as mãos trémulas de nervoso.
Deparei-me com uma caixa em cartão que dizia por fora, Convertitore Geloso G/……
Fiquei para morrer de espanto, enquanto olhava para a cara do Capitão Jaime Varela Santos CT1QA e via a sua expressão de alegria e admiração pela reacção que eu tinha tido quando abri o pacote que ele me tinha entregue.
Era um sonho…que eu não esperava ver realizado tão depressa.
O Capitão deu-me então, todas as explicações e pormenores para a montagem do conversor, levando em linha de conta, a minha falta de conhecimentos e experiência nesse campo.
Eu não cabia em mim de contente….pois nunca me passaria pela cabeça que visse realizado um sonho que pensava já ter sido impossível de realizar.
Passados alguns dias, já o meu conversor estava a trabalhar, depois de ter tido a ajuda de outros colegas, que me disponibilizaram alguns componentes para a fonte de alimentação, que era preciso construir.
E trabalhava muitíssimo bem, agora sim….tinha uma recepção maravilhosa, estável, selectiva, com uma sensibilidade que nada tinha a ver com o meu modesto receptor musiqueiro.
A moral desta história e que quis partilhar convosco, tem a ver com a maneira de estar que os Radioamadores de outros tempos tinham em relação á entreajuda, ao auxilio, ao acompanhamento dos Radioamadores mais novos, emendando-os nas suas atitudes, chamando-lhes á atenção quando se tornava necessário se alguma coisa estava menos bem.
Sem querer….estávamos numa Escola diáriamente, cada vez que ligávamos o nosso rádio, onde todos aprendíamos e nunca achávamos que já sabíamos tudo.!!!!
Quem conheceu mais de perto, ou quem alguma vez escutou na Rádio o CT1QA-Capitão Jaime Varela Santos, certamente achará que aquilo que aqui estou a relatar relativamente á sua postura, á sua educação, á sua cordialidade, á sua capacidade Técnica, ao seu poder inventivo….é muito pouco….é muito modesto…é infimo.
Para os menos conhecedores da Vida e Creatividade do CT1QA, deixo-vos aqui só algumas notas breves sobre a sua Obra:
- Capitão de Cavalaria na Reserva.
- Chefe do Posto da GNR de Setúbal.
- Dirigente da REP-Rede dos Emissores Portugueses
- Construiu totalmente todo o equipamento de Emissão, recepção, antenas, equipamento de áudio e gravação da Rádio Ribatejo em Santarém, do qual era proprietário.
- A Rádio era “a menina dos seus olhos”.
- Falava fluentemente Inglês, Francês e Castelhano.
- Lançou na Vida artística alguns Artistas ainda hoje conhecidos( para os mais velhos….claro…), tais como António Mourão, Vasco Rafael e outros.
- Era Pai da primeira locutora que a RTP teve nos anos 50’s, a Maria Helena (mais tarde Maria Helena Fialho Gouveia).
- Passaram pela Rádio Ribatejo alguns locutores também conhecidos daquela época, Fialho Gouveia, António Sala, Matos Maia, Júlio Isidro, etc.
Mas acima de tudo era um Radioamador exemplar, arrisco-me mesmo a dizer, que nunca ninguém deve ter ouvido da boca do CT1QA, uma palavra agressiva, um comentário despropositado, um mau aconselhamento.
O 25 de Abril, veio fazer desmoronar os objectivos da Rádio Ribatejo, os interesses Comerciais começaram a fazer-se sentir, a pressão, o poder do monopólio, a Politica.
O Capitão Jaime Varela Santos foi uma das grandes vitimas dessa época um tanto ou quanto conturbada e pouco coerente, em que prevalecia apenas e só a força ( ficticia) de quem mandava.
O resultado foi catastrófico….a Rádio Ribatejo acabou por ruir como um castelo de areia, desmoronava-se um sonho de tantos anos, uma Vida de dedicação e afecto a uma única causa….A RÁDIO RIBATEJO em Santarém.
Trabalhava em Onda Média por volta dos 1000 e tantos Kilohertz, e lembrar-se-ão alguns do seu “gingle” de abertura: “ musica do fandango ribatejano, depois:- daqui Rádio Ribatejo em Santarém, a transmitir desde os seus estúdios nas Portas do Sol em Santarém…”.
O CT1QA veio a falecer sem que eu tivesse tido conhecimento originando em mim uma mágoa avassaladora que ainda hoje não consegui ultrapassar, pois tinha grande admiração e respeito pela sua pessoa.
Assim acabou um sonho, assim acabou uma Vida que foi dedicada intensamente a uma única causa, a de servir a população do Ribatejo ( lembrem-se… que estávamos nos anos 60/70).
Como nota final, quero aqui deixar expresso o meu desalento e tristeza, pela maneira como já na parte final da sua Vida, o CT1QA foi tratado por alguns Radioamadores que naquela época “habitavam” os 40 metros, banda onde o Capitão passava algumas horas do dia em QSO’s com o nosso Querido Amigo Mário Portugal – CT1DT.
Foi psicologicamente maltratado, insultado, talvez porque a ignorância do ser Humano funciona assim, esquecendo-se certamente que do outro lado estava um HOMEM e não mais um, dos muitos que por aí “habitam” no Radioamadorismo.
Certamente… que se conhecessem melhor, a sua Obra e a sua Vida de Radioamador e de HOMEM, não teriam sequer a coragem de contribuír para a destruição moral e psicológica, da sua pessoa, fazendo com que nem sequer aquilo que o CT1QA gostava de fazer na Vida, lhe desse alegria e Paz de Espírito bem merecidos.
Hoje….infelizmente…já ninguém se lembra deste nome, mas… eu nunca poderei esquecer este HOMEM que marcou a minha Vida de Radioamador, pedindo a todos os Radioamadores daquela época, que se juntem a mim e em conjunto…façamos uma Vénia de Gratidão ao:

CT1QA-Capitão Jaime Varela Santos

Francisco Gonçalves
CT1DL
2008

1 comentário:

Anónimo disse...

Meu caro: Apesar de muito mais novo conheci muito bem o CT1QA, dado que sou natural de Santarém e com apenas 4 dias de diferença de idade da outra filha do QA. Fui, por isso, frequentador da sua casa e muito admirava aquele senhor !
Fiz imensos QSO's com ele, com o CT1AP e com o CT1DT, dos quais ainda guardo saudades.
A casa do Pote d' Agua foi o seu outro QTH até ficar SK.
O indicativo da radio Ribatejo era CSB-32.
73 Pedro CT1DBS/CU3HF